Atitude no âmbito científico

O que ocorreu logo nos primeiros anos do Século XX foi uma lenta mudança, embora radical, nessa atitude científica que descrevi. Como muitas vezes acontece, essa mudança não teve origem no âmbito acadêmico e científico, o qual de maneira geral resistiu a ela com todo o seu poder, e aliás continua resistindo até hoje. A mudança foi surgindo através de pesquisas isoladas, em várias partes do mundo, realizadas por cientistas que, muitas vezes, arriscaram sua própria carreira e reputação quando publicaram suas descobertas.

Talvez o aspecto mais incrível dessas descobertas do século passado, além do fato extraordinário de terem acontecido, é que foram suficientemente numerosas para efetuar uma mudança gradual na consciência coletiva a respeito de quem somos e do mundo em que vivemos

Os dois campos de pesquisa que provavelmente causaram o maior impacto na nossa visão de mundo e na atitude coletiva da humanidade são os da biologia e da física: a teoria dos quanta e a astrofísica. Através das descobertas e dos escritos de A. Einstein, W. Heisenberg, D. Bohm, J. Jeans, W. Heitler, A.S. Eddington, A. Portman, F. A. Popp, B. Lipton, além de muitos outros, e graças aos numerosos escritores e professores que foram capazes de transmitir insights muito complexos ao leitor “leigo”, estamos hoje começando a ver o mundo em que vivemos – o inteiro universo, na realidade – não mais como matéria inerte, separada de nós e indiferente para cono-sco, mas sim como uma realidade altamente complexa, interconectada, viva e consci-ente.

scienza e vita

Em outras palavras, não somos os únicos seres conscientes – fora do âmbito espiritual, reconhecido pelo pensamento religioso.

Algumas pesquisas extraordinárias (especialmente as descobertas de Cleve Baxter) nos levam a concluir que tanto animais como plantas, de todas as espécies, não somente são conscientes, como possuem ap-tidões afetivas e empáticas para partilhar com o mundo.

As plantas podem manifestar medo, como também empatia pelo sofrimento de uma outra.

Os animais podem de-monstrar generosidade e preocupação de cuidar dos mais fracos, que estão sofrendo.

Ir. Barbara Fiand, SND

Pergunta para reflexão:

Olhar as outras criaturas à nossa volta – todas elas, não somente aquelas que preferimos – e procurar sentir um jeito de SER junto a elas, em parceria com elas sobre a terra, é o grande dom de Francisco para todos nós. Passar alguns momentos refletindo sobre essas perguntas. Este exercício de reflexão foi estimulante para você? De que modo?

COMUNIDADE

Entra na comunidade

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

3 banner preghiera pt

4 banner canonizzazione pt

1 banner celebrando pt

2 banner p biblico pt

6 banner donazioni pt

Newsletter