stile carismaticoO poeta Blake disse: ‘Ver o mundo num grão de areia; ver o céu em um campo florido…’ É assim que vemos milagres. Há milagres ao nosso redor o dia inteiro, todos os dias. Contudo, raramente os notamos. Na verdade, quanto maior o milagre, menos o valorizamos.
O milagre absolutamente impressionante da criação: uma queda d’água, um pôr do sol, o sorriso de um velho amigo. São milagres! E assim são os milagres da cura – desde o joelho arranhado de uma criança até o coração partido de uma prostituta… Ou os milagres de uma família reconciliada. O milagre absolutamente lindo de um ser humano imperfeito estendendo a mão a outro: “Pois eu estava com fome, e me destes de comer; estava com sede, e me destes de beber; estava na prisão, e fostes visitar-me…” Estamos cercados de milagres até na guerra, fome e miséria.


Celebrando os milagres diários que nós podemos optar por criar. Não fazemos essas coisas porque somos anjos ou porque nunca nos ferimos, e certamente não porque somos ingênuos.
stilecarismatico1Fazemos essas coisas porque acreditamos no sonho de Deus. Nos Evangelhos, Jesus com frequência vincula o perdão à cura e a cura ao perdão. Embora não haja nenhuma fórmula mágica para a cura, uma coisa é certa: nós não podemos ser curados se não perdoarmos
 – tanto a nós mesmos (pois geralmente ferimo-nos a nós mesmos muito mais do que qualquer outra pessoa poderia nos ferir) como a outros. E, é claro, nós próprios devemos pedir perdão e, ao fazê-lo, começamos a ser curados.

 
Na verdade, a cura não é um ponto final; é um processo contínuo. Assim também é o perdão. E requer um esforço diário. E requer oração todos os dias. E precisamos da graça incondicional de Deus – todos os dias. E é assim que a vida transforma-se em regozijo e milagre “…assim na terra como no céu!”

 
O legado da Madre Francisca para todos nós encontra-se nessas simples palavras: “O que devemos dar? Acima de tudo a bondade, mesmo quando é difícil oferecê-la, pois essa é a real grandeza…” e “É apenas no perdão que conhecemos a verdadeira bondade e grandeza de um coração”. Seu legado também se encontra em nosso Carisma: “Curar as chagas de Jesus…” como as vemos uns nos outros todos os dias. E assim nos tornamos instrumentos de cura – de criação de milagres diários.

 

Página 1 de 2

COMUNIDADE

Entra na comunidade

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

1 banner celebrando pt

2 banner p biblico pt

3 banner preghiera pt

4 banner canonizzazione pt

6 banner donazioni pt

Newsletter