vitacomunita2São Francisco concebeu a comunidade como um dom divino, e foi assim que ele a descreveu em seu Testamento: “E o Senhor me deu irmãos!”(Testamento, 4,14).  Ele queria que os frades fossem chamados “menores”, desde o princípio:  "Todos, indistintamente, se chamem irmãos menores e lavem os pés uns dos outros”( Rnb 6,3).   Sua Comunidade nunca se considerou um grupo religioso privilegiado, como se fosse melhor do que os outros.  Dentro da Comunidade franciscana há espaço para todos: pobres e ricos, educados ou analfabetos.

Em Comunidade todos são iguais e se cuidam uns dos outros.  Esse cuidado é dirigido mais especialmente aos pobres, inclusive aos leprosos, aos doentes e mesmo aos ladrões.  Mas toda a criação participa dessa comunhão e, de fato, Francisco chamava de “irmãos” e “irmãs” os pássaros, o lobo, a lua e o sol, os vermes, as pedras e até a própria morte.  Podemos dizer que foi ele o primeiro que cantou os louvores da Comunidade da Vida.

 A Comunidade é um Dom

Assim sendo, como podemos viver esse desafio no dia de hoje Como e onde podemos propiciar locais de comunhão e cuidado Precisamos assumir essa grande tarefa para podermos constuir nosso futuro:

Gerar compaixão e esperança na comunidade da vida

Página 1 de 4

COMUNIDADE

Entra na comunidade

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim