Você está aqui:

Celibato Consagrado

Nosso voto de celibato consagrado nos chama a nos unirmos às pessoas da Santíssima Trindade. O desenvolvimento do nosso amor pelo celibato consagrado nos leva a aprofundar nosso amor por toda a criação de Deus. Cultivamos um amor trinitário e criativo fiel à Eucaristia, à oração, à leitura das Escrituras e ao inter-relacionamento humano. Movidas pelo amor que Deus tem por nós e que nos cura, correspondemos a Ele, tornando-nos instrumentos desse amor saneador, para o próximo. Em imitação de Maria na sua resposta de total abertura à Palavra de Deus, nos dedicamos inteiramente a Jesus e ao Seu amor que acolhe todas as pessoas.

Pobreza

Nossa vida de pobreza nos impele, enquanto Irmãs Franciscanas dos Pobres, a buscarmos Deus, como o nosso Tudo. Usamos, goza mos e reverenciamos tudo o que Deus criou. Agradecemos a Deus por esses donativos que nos faz e nada reclamamos como sendo nosso. Somos mais propensas a depender da providência de Deus do que das aparentes riquezas à nossa volta. Em sinal do relacionamento que temos com Deus e a criação, partilhamos tudo o que nos é concedido, com alegria. Entendemos a pobreza evangélica como um desapego radical de todas as coisas, mediante completa dependência da providência de Deus, na qual confiamos. Assumimos a salvaguarda do planeta como um presente que Deus nos concedeu. Nos empenhamos em divulgar nossa consciência dos impactos da tecnologia na criação de Deus. Pelo voto de pobreza, cada Irmã renuncia ao uso independente dos bens materiais e e à faculdade de dispor deles.

Obediência

Nossa vida de obediência nos desafia a ouvir atentamente o chamado de Deus e responder a Ele como pessoa e como comunidade. Nosso desenvolvimento em obediência é incrementado pela nossa auscultação do Espírito Santo como nos foi revelado através da Igreja e da nossa Congregação, bem como através da oração, dos acontecimentos e das outras pessoas em nossas vidas. Seguimos Jesus que aprendeu a obediência mediante o sofrimento e que renunciou à própria vontade para cumprir o desígnio do Pai. Despojando-nos de nós mesmas e nos rendendo em amor aos desígnios de Deus, nos preparamos para uma formação gradual em Cristo.

 


 


contattaci PT