Irmã Moira Doherty, SFP

 alt

Irmã Moira Doherty foi acolhida no céu pelo Senhor a quem ela tanto amou no dia 18 de dezembro de 2009.  Cercando a sua cabeceira no Hospital Bom Samaritano em Suffern, Nova York, na despedida, encontravam-se Irmã Anita McArdle e Irmã Mary Veronica Donohue, juntamente com sua sobrinha Bridget e seus sobrinhos Seamus e Michael. 

Nascida em Beaghmore, Fintown, County Donegal, na Irlanda, no dia 22 de julho de 1930.  Era a mais velha dos seis filhos de Bridget Timoney Doherty e Joseph Doherty e foi batizada com o nome de Mary.  Precedida na morte por sua irmã Josephine Mayberry, sobrevivem-na suas outras três irmãs: Bridie Mc Kendrick, Susan Nicolson, ambas residentes na Inglaterra e Peggy Mc Glynn, na Irlanda, onde também reside seu irmão, James Doherty, além de numerosos sobrinhos e primos. 

Irmã Moira partiu da Irlanda para San Francisco, na Califórnia, em1954.  Trabalhou por muitos anos como esteticista e cabeleireira naquela cidade e também em Filadélfia, na Pennsylvania, onde morou com alguns parentes.  Foi Frei Victor Doherty, OFM, seu primo, quem a apresentou às Irmãs Franciscanas dos Pobres.  Depois de visitar nossas Irmãs residentes no Centro Mount Alverno e no Convento Frances Schervier, ela ingressou na nossa Congregação no dia 12 de setembro de 1962.  Irmã Moira passou seus anos da formação inicial em Mount Alverno, Warwick, NY. 

Depois da Profissão dos Primeiros Votos no dia 22 de agosto de 1965, Irmã Moira trabalhou no Centro Médico Santa Elizabeth em Dayton, Ohio, de 1965 a 1966.  Em 1967, ela foi missionada ao Lar e Hospital Frances Schervier, no Bronx, NY.  Durante os nove anos que se seguiram, ela ministrou aos idosos enquanto esteticista e cabeleireira num pequeno salão instalado nesse Lar.  Trabalhava junto aos idosos commuita simpatia e atenção, atendendo no que precisavam, além dos seus talentos profissionais. 

No dia 1º de agosto de 1970, Irmã Moira pronunciou seus Votos Perpétuos de obediência, pobreza e castidade enquanto Irmã Franciscana dos Pobres.  A cerimônia da sua profissão foi um dia realmente glorioso, cheio de alegria entre suas irmãs, parentes e amigos que compareceram para cercá-la de amor e suporte. 

Sentindo-se chamada a desenvolver uma vida mais contemplativa enquanto servia os economicamente pobres e destituídos da cidade, ela iniciou uma nova caminhada.  Recebeu permissão e mudou-se para um pequeno apartamento em Felix Street, no Brooklyn, onde começou a dividir seu tempo entre a contemplação e o serviço.  Na mesma época, associou-se à Comunidade local Isaiah que ficava a uns poucos quarteirões da sua residência, a qual ela chamava de “Casa Emaús”. 

Para Irmã Moira, sua caminhada resumia-se em ser “uma irmã dos pobres”, o que a levou a assumir uma variedade de ministérios através dos anos, sempre na área de Nova York.  Serviu na Mary House da organização The Catholic Worker em Manhattan, no abrigo de mulheres St. Pius Women’s Shelter no bairro de Jamaica, Queens, e na cozinha da sopa St. John’s Soup Kitchen, além de dar assistência domiciliar aos idosos, no Brooklyn. 

Sempre disposta a aprender e a adquirir novas perspectivas, Irmã Moira foi uma das primeiras Irmãs a estudar os documentos do Concílio Vaticano II.  Era também uma fiel frequentadora de cursos, oficinas e outras oportunidades relacionadas à espiritualidade franciscana. Além disso, possuía uma inclinação natural para a beleza e era uma apreciadora das artes. 

Outros dons característicos de Irmã Moira incluíam seu testemunho de vida na simplicidade, seu empenho na oração e na contemplação, bem como a sua contínua disponibilidade em servir os pobres e os vulneráveis.  Aparentemente, todos os seus talentos permeavam um grande coração e espírito franciscano. 

Em 2006, depois de sofrer alguns acidentes que prejudicaram a sua saúde, Irmã Moira aposentou-se e mudou-se para o o departamento com serviços de assistência do Centro Mount Alverno.  Apesar de aposentada, continuou interagindo com as Irmãs, os residentes, com membros de sua família e com seus amigos tanto quanto podia e parecia muito alegre durante os encontros.  Foi somente nos últimos meses que sua saúde começou a declinar.  Precisou fazer uma cirurgia, cujas inesperadas consequências a levaram ao falecimento, sendo acolhida por Deus, a quem ela tão fielmente serviu, amou e louvou nos seus 79 anos de vida. 

Um Velório com Serviço de Orações foi celebrado em sua memória na noite de 21 de dezembro de  2009, na Capela do Centro Mount Alverno, contando com seus familiares, nossas Irmãs, nossos Afiliados e pessoas amigas.  Partilhamos muitas histórias sobre sua vida, entre risos e lágrimas.  No dia seguinte, também na Capela, foi celebrada a Missa de Ressurreição pelo Padre Conrad Pecevich, amigo muito próximo dela, que afirmou haver três fatores determinantes na vida de Irmã Moira: ser franciscana, atender os pobres e ser o pão da vida para o próximo.  Na Capela lotada, transbordante de um amor tangível, Irmã Moira partiu de volta para Deus.  A Ele ficamos gratas pela vida que ela partilhou entre nós.  Querida Irmã Moira, lembre-se de nós no paraíso! 

 Irmã Mary Maloney, SFP

Comunidade

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

3 banner preghiera pt

6 banner donazioni pt

tutela PT new

1 banner celebrando pt

banner history corner

2 banner p biblico pt

Newsletter

Console de depuração do Joomla!

Sessão

Informação do perfil

Memória Utilizada

Consultas ao banco