… e a Vida volta a florescer!

alt Muitos jovens atualmente lutam para encontrar significado, propósito, trabalho e até o amor de Deus! “... imaginar um futuro positivo requer uma grande dose de otimismo e esperança – qualidades difíceis de achar hoje em dia!” Essas palavras podem soar como algo dito por um adulto um pouco cínico, mas são as palavras de um jovem que está apenas começando sua jornada na vida.

É de alguém que não consegue ver ou experimentar as várias opções disponíveis a ele – opções que ele luta para descobrir. E ele não está sozinho. Muitos jovens hoje sofrem da mesma forma.

Como Irmãs Franciscanas dos Pobres, desejamos compartilhar o dom da cura com esses jovens, dando-lhes esperança e confiança, junto com a coragem de saber enxergar as sementes, as vezes pequenas, mas que estão presentes. Procuramos encontrar os jovens para anunciar a beleza e a alegria que vem de Deus, para descobrirmos-nos todos - jovens e menos jovens - pessoas à procura da verdade, da justiça e da beleza. Da partilha das experiências e do caminho nasce a possibilidade não sentir-se sozinhos, de viver uma partilha profunda e se tira a força no encontro com outros jovens que sustentam, entre altos e baixos, os mesmos ideais.

Contudo, os jovens são mais sedentos e inquisitivos do que pensávamos: eles procuram respostas espontaneamente, mas não se contentam com qualquer resposta. Procuram a verdade em uma jornada difícil, inquietante e reveladora que os fazem sorrir e chorar ao mesmo tempo. Eles sentem um Deus que lhes estende a mão com docilidade e constância e que é um companheiro na jornada de todos que estão procurando um significado verdadeiro e belo na vida. Momenti di condivisione nella comunità di Casetta Nova

A seguir apresentamos algumas de suas impressões recolhidas no fim de um encontro de jovens na Comunidade de Casetta Nova:

“O que mais me impressionou? O uso do sal como símbolo do que precisamos acrescentar às nossas vidas, do ‘algo mais’ que precisamos para crescer no amor que Jesus ensina. Também fiquei comovido quando optei por abrir meu ser para construir meu lar sobre uma fundação forte – os elementos essenciais de nossas vidas.

“Nestes dias, vi o que significa realmente viver com as pessoas, e isso me emocionou profundamente.”

alt

“Nós nos divertimos, contamos piadas, dançamos.

E percebi que nos tornamos ‘fãs de Jesus’ por meio dos outros participantes.

Também ‘refletimos’ juntos para compreender o que é a amizade, quem são nossos amigos e sobretudo que tipo de amigos nós próprios somos! Percebi que, para ser um bom amigo, preciso partilhar, perdoar, dialogar, ser livre – e ter coragem.”

Seus pensamentos e suas necessidades nos desafiaram a procurar – e desenvolver – caminhos inexplorados para compreender a Palavra de Deus. Sabemos que os jovens estão sedentos pela Palavra – e também que encontram nessa a força viva que anima seu relacionamento com Deus. Assim criamos uma forma de discutir as Escrituras que explora esse conhecimento. Descrevemo-la com uma ‘nova’ frase, “A Palavra Cri-Ativa”. É um programa de cinco etapas que liga a oração baseada no Evangelho à expressão criativa, e que traduz a Palavra - resada, meditada e acolhida - em lingua gens diferentes, que envolvem todos os nossos sentidos.

A lectio divina sobre o texto das Escrituras é seguida por uma atividade criativa – diferente em cada ocasião – como, por exemplo, trabalhar com argila, dança interpretativa, dramatização, redação... Essas atividades dinâmicas, combinadas com a Palavra de Deus, tocam profundamente e transformam as vidas daqueles que aceitam ‘entregar seus corpos’ à Palavra.

Eis alguns comentários dos jovens:

“Esta tarde vimos com nossos olhos, ouvimos com nossos ouvidos, tocamos com nossas mãos esse Deus que tornou-se carne entre os homens e as mulheres e que lhes sussurra a pergunta antiga, mas ainda assim nova: ‘Onde está você?’ Essas palavras simples pegam-me – e todas as pessoas – pela mão, com meus medos e júbilos, triunfos e inseguranças. Passo a passo compõe-se a dança da vida.”

alt

“Para mim a pergunta ‘Onde está você?’ significou ‘Onde está o centro de sua vida? Onde está seu coração?’ Durante a dança interpretativa, senti minhas inseguranças saírem de meu corpo e percebi que todos estavam abertos para me acolher, tanto os que olhavam para mim quanto os que dançavam comigo.

Agora o Senhor põe ‘meus pés no chão’ para que eu saiba quem eu sou e me convida a andar com Ele para satisfazer o desejo de liberdade que sinto dentro de mim.”

“Vi-me encarando perguntas difíceis – e pensar que estava procurando respostas, não perguntas! Confiei nas Irmãs e deixei a oração ao Espírito Santo despertar-me do meu sono. Ao olhar para mim mesma, ao me relacionar com as pessoas, e compartilhar com elas, adquiri uma nova consciência de mim mesma. Tive a experiência de dar e receber um dom!”

“Orar a Palavra e encarná-la em uma dança ajudaram-me a estar na presença de Deus como uma pessoa inteira, não apenas a mente, mas também o coração, as pernas, as mãos... o corpo, como mulher.” alt
Momenti di condivisione e creatività nella comunità di Casetta Nova “Dançar a Palavra após ouví-la, lê-la e meditar sobre ela ajudaram-me a entrar em sintonia com meu corpo – ouví-lo e expressar meus sentimentos por meio do movimento. Foi bonito, mas também um pouco difícil sintonizar-me comigo mesma e com meu corpo. E depois, com o corpo de uma pessoa diferente, escolher um unico passo que expressasse ambos. Também achei muito importante redescobrir a confiança. Ao me deixar ser observada por outra pessoa, pude perceber o quanto estou pronta para confiar. Ao conduzir minha parceira na dança, percebi quanta confiança ela tinha em mim.”

… e assim a Vida volta a florescer!

COMUNIDADE

Entra na comunidade

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

3 banner preghiera pt

4 banner canonizzazione pt

1 banner celebrando pt

2 banner p biblico pt

6 banner donazioni pt

Newsletter