Ministério Juvenil

Duas irmãs compartilham suas experiências.

E pondo-se Jesus a caminho, correu para ele um jovem que se ajoelhou diante dele e lhe perguntou: ‘Bom Mestre, o que devo fazer para herdar a vida eterna?’ (Marcos 10:17) A minha experiência enquanto jovem que convive com outros jovens me faz afirmar que a indagação do jovem rico do tempo de Jesus continua sendo a indagação dos jovens de hoje.

Os jovens ainda querem encontrar o caminho que leva à verdadeira felicidade. São cheios de sonhos, desejos e planos para o futuro, o que cria inquietude e os leva a fazer perguntas, mas ao mesmo tempo, sentem medo, insegurança e angústia quando têm de tomar decisões que exigem renúncia e entrega total de si próprios por uma causa maior.

Se para o jovem já no tempo de Jesus era difícil fazer escolhas radicais, acredito que o desafio seja ainda maior no contexto atual, em que somos incentivados a todo instante a entrar na lógica de mercado, que oferece uma felicidade baseada no ter e não no ser.

No contato com a juventude é perceptível em alguns a mistura entre o desejo de abraçar a Vida Consagrada e o medo de se lançar nessa aventura, o que contribui para que muitos optem por levar a vida de maneira indecisa ou até mesmo fazendo escolhas que não produzem a verdadeira felicidade proposta por Jesus. Ao trabalhar com eles, sinto que precisamos sempre ter uma atitude de quem quer aprender com o Mestre sobre como proceder e assim testemunhar a grandeza do Seu amor por eles.

 

Ir. Thalyta Pereira Lima, sfp

sr. Helena (al centro) and Sr. Thalita Pereira Lima  (seconda da destra)  con alcuni giovani brasiliani

 

Falar da minha experiência com a juventude produz em mim um sentimento de muito amor e carinho. Em Pires do Rio e Ipameri tive a oportunidade de atuar no Setor Juventude.

Esse ministério tem como objetivo unir os grupos de jovens nas paróquias – os da Pastoral da Juventude, da Renovação Carismática e do Movimento de Cursilhos de Cristandade – a fim de realizarmos trabalhos em conjunto, principalmente nos momentos fortes da Igreja, como a festa do padroeiro de cada cidade, Corpus Christi, as festas natalinas, a morte e ressurreição de Jesus Cristo e o Dia Nacional da Juventude, no último domingo de outubro. Esse trabalho em conjunto não tira dos jovens as suas características especificas, mas todos os participantes são enriquecidos pelas suas recíprocas diferenças.

Acompanhar a juventude na sua caminhada de fé me permite permanecer jovem, e isso é muito importante, pois vejo nesse ministério um modo de entender melhor o jeito de ser dos jovens neste mundo globalizado e assim poder ajudá-los a serem verdadeiros cristãos que testemunham o Jesus Cristo vivo.
Neste ano de 2012 fui transferida para Jataí, onde pretendo continuar apoiando e servindo a juventude. Acredito que se trabalharmos na evangelização dos jovens de hoje, com certeza teremos um futuro próspero, com mais vocações à vida cristã.

Ir. Marta Gomes Pedrosa, sfp

COMUNIDADE

Entra na comunidade

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

3 banner preghiera pt

4 banner canonizzazione pt

1 banner celebrando pt

2 banner p biblico pt

6 banner donazioni pt

Newsletter